A OPERAÇÃO SORRISO

Somos uma das maiores organizações médicas voluntárias do mundo, reunindo cerca de 6 mil profissionais da área da saúde de 80 países. Atuamos por meio de missões humanitárias, nas quais realizamos atendimentos e cirurgias gratuitas para crianças e adultos com fissuras faciais, como lábio leporino e fenda palatina.

O nosso objetivo é transformar a vida dessas pessoas, devolvendo-lhes o sorriso, a autoestima e a perspectiva de inclusão social. Nossa atuação Brasil teve início em 1997, quando realizamos a nossa primeira missão em Fortaleza, no Ceará.

Clique aqui para conferir o relatório completo sobre as missões realizadas no Brasil desde 1997.

MISSÕES HUMANITÁRIAS

Para realizar uma missão, mobilizamos profissionais voluntários da área da saúde, suprimentos e toda a estrutura cirúrgica, inclusive os equipamentos, para as regiões mais remotas do país, onde há poucos centros de tratamento especializados.

Todos os nossos procedimentos seguem altos e rígidos padrões de atendimento definidos pelo Medical Global Standards da Operation Smile. As normas estão em concordância com os melhores padrões e normas técnicas exigidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Devido às medidas de isolamento impostas pela pandemia de COVID-19, suspendemos temporariamente as nossas missões humanitárias. Estamos realizando o atendimento pós-operatório dos nossos pacientes via telemedicina. Quer saber mais sobre as nossas ações relacionadas ao novo coronavírus? Caso queira saber mais sobre as missões, clique aqui.

DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO

Durante as missões, treinamos médicos residentes, incentivamos a criação de centros locais de atendimento e treinamos profissionais da saúde locais para que possam dar continuidade ao tratamento multidisciplinar dos nossos pacientes. Também possuímos uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP) no campo da pesquisa genética com o Projeto Genoma. Clique aqui para saber mais sobre a parceria.

CLUBES ESTUDANTIS

Outro pilar fundamental da nossa atuação é fomentar a criação de clubes estudantis em escolas e universidades para formar futuros líderes humanitários. Os estudantes desenvolvem projetos ao longo do ano sobre a nossa orientação e são integrados no atendimento às comunidades e aos pacientes em nossas missões. Leia mais sobre a nossa atuação com os estudantes.